O QUE É ?

Refugiado é um conceito que está associado ao verbo refugiar (fugir, abrigar-se, escapar). O termo é usado com referência ao indivíduo que, devido a uma perseguição política, um conflito bélico ou outra situação que ponha a sua vida em risco, se vê obrigado a solicitar refúgio no estrangeiro.

Ora, o refugiado vê-se forçado a abandonar o seu país uma vez que, se lá permanecesse, ficaria em perigo. Deste modo, outra nação o acolhe no seu território e confere-lhe proteção.

Uma pessoa pede refúgio ou asilo no exterior quando o Estado do país onde vive já não está em condições de garantir a sua segurança nem as condições mínimas imprescindíveis para a vida. Uma guerra civil, um confronto internacional, uma catástrofe da natureza e diversos motivos religiosos, étnicos ou raciais são alguns dos motivos que podem levar um indivíduo a refugiar-se noutro país.

O tratamento aos refugiados no país de acolhimento varia de acordo com as leis de cada nação. Há que destacar, porém, que convenções e protocolos internacionais obrigam aos países a outorgar asilo e a não enviar através da força os refugiados de volta para os seus lugares de origem. O direito ao refúgio, por outro lado, faz parte da Declaração Universal dos Direitos Humanos.​ (o que são os Direitos Humanos)

Nas últimas décadas, a maioria dos refugiados escapou de países como o Afeganistão, Iraque, Síria, Serra Leoa e República Democrática do Congo. Cabe destacar que a ONU dispõe de um organismo denominado Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), que se dedica a ajudar os refugiados durante a sua permanência no território de acolhimento.

REFUGIADOS NO MUNDO

1 em cada 113 pessoas no mundo é solicitante de REFÚGIO.


Atualmente mais de 60 milhões de pessoas são consideradas refugiadas.

Perseguições políticas, guerras e perseguições religiosas são as principais causas dos deslocamentos. Desse total de pessoas, 17,2 milhões estão sob a responsabilidade do Acnur, e o restante é formado por refugiados palestinos. O conflito na Síria mantém o país como o local de origem do maior número de deslocados (5,5 milhões).
Ainda de acordo com o Acnur, se não for levada em conta a situação dos palestinos, os afegãos continuam sendo a segunda maior população de deslocados (4,7 milhões) no mundo, seguidos pelos iraquianos (4,2 milhões).

Acesse e acompanhe informações atualizadas:

www.acnur.org

NOSSA ATUAÇÃO

Começamos nossa atuação com refugiados em 2009, onde apoiamos jovens refugiados do Afeganistão que chegavam na Áustria.

A partir de 2011 começamos a desenvolver várias ações de socorro e suporte a refugiados no Oriente Médio e África. Participamos ativamente de conflitos no Egito, Sudão, Iraque e Irã.

Em 2016 iniciamos uma base de apoio a refugiados e treinamento de voluntários na cidade de Mogi das Cruzes-SP. Nesta cidade atuamos em parceria com a ONG de árabes locais Refúgio Brasil.

Através de projetos e uma parceria coma  ONG Refúgio Brasil procuramos socorrer as famílias e indivíduos que chegam pedindo refúgio na cidade e região. 

Após o cadastro e identificação, concentramos nossas ações em 3 etapas:

SOCORRO - auxilio imediato quando o refugiado chega ao pais ou cidade. (ajudamos com a documentação para pedido de refugio, moradia, alimentação e quaisquer situações emergenciais e temporárias).

INTEGRAÇÃO - através de cursos de idiomas (idioma local e inglês), orientação culturais do país ou região, projetos esportivos e visitas constantes para acompanhamento da evolução dos mesmos, procuramos contextualizá-los e integrá-los a uma realidade agora nova à eles.

CONSOLIDAÇÃO - nesta última etapa o refugiado é ajudado na preparação e colocação no mercado de trabalho. Através de parcerias com comércios e empresas com responsabilidades sociais, procuramos oportunidades para colocação no mercado de trabalho, (treinamentos através de cursos de capacitação e profissionalizante) para que estes que tanto tem sofrido longe de sua pátria e as vezes família, possam reconstruir sua vida de maneira digna,  encontrando a estabilidade financeira e social no Brasil através do sustento pessoal e familiar. 

1 mundo para todas as pessoas.

Todos vivemos no mesmo planeta, porém criamos regras sociais, conceito filosóficos e religiosos que transformam pessoas em intrusas no único planeta habitável. Assim refugiado para a ser um destes conceitos que geram incomodo social, discriminação e a sensação que o mesmo não faz parte de mais nada. Para a ser um ninguém.

Confrontamos esta ideia, entendemos que todos são seres humanos e independente de país, cultura e idioma, merecemos as mesmas oportunidades e direitos.

SONHOS

Estruturar nossa base em Mogi das Cruzes, de forma que consigamos hospedar temporariamente os refugiados que chegam sem nenhuma condição de moradia.

Desenvolver uma base no Oriente Médio para dar apoio aos refugiados que ali chegam, bem como nos ajudar a reenviar aqueles que estão no Brasil, mas pretendem voltar a sua pátria um dia. 

LEIA COM ATENÇÃO

Devido o alto grau de perseguição em determinados locais, não postamos ou publicamos fotos e informações sobre a maioria de nossas atuações nesta área.

SEJA UM VOLUNTÁRIO

Você pode doar um tempinho na sua agenda para ajudar os refugiados, precisamos de voluntários em várias áreas: dentista, médicos, enfermeiras, advogado, contador, profissionais na área de beleza, prof. educação física, professores em diversas áreas, pedagogos... Você pode ser um divulgador e representante do projeto, enfim de alguma maneira você pode ajudar com sua disposição.


Para ser um voluntário, para doações ou maiores informações, entre em contato conosco.

contato@missaoame.org

APOIO

INSTITUTO ELOPES

www.elopes.org

CONTATO | RECEBA NOSSAS INFORMAÇÕES

REDES SOCIAIS

  • AMEMISSION
  • AME.MISSION